O que é o Amor?

o que é o amor?

Crescemos ouvindo as pessoas falando sobre o amor, que devemos amar as pessoas, e,  ele é a base dos dois principais mandamentos bíblicos, mas, quantas vezes paramos para analisar o verdadeiro significado do que é o amor? 

Observo as pessoas falando que amam as outras, mas, seus comportamentos não condizem com a minha percepção de amor. Então, resolvi escrever esse texto, reuni alguns significados e, a minha visão sobre o que é o amor, e o mais importante, o que é o amor na visão dos Grandes Seres de Luz.

Primeiramente, vamos começar pelo dicionário on-line, que nos diz que a palavra Amor “(substantivo masculino) é um sentimento afetivo; afeição viva por; afeto: o amor a Deus, ao próximo. Sentimento de afeto que faz com que uma pessoa queira estar com outra, protegendo, cuidando e conservando sua companhia”.

Para mim, amor é respeitar o outro, é não impor nada, é deixar a pessoa livre para ser ela mesma, é desejar para o outro, aquilo que desejo para mim, ou seja, felicidade e todas as bênçãos. É querer e desejar somente o bem, e tudo que é Divino, para pessoas, coisas, natureza, etc. É enxergar o Divino dentro de cada forma de vida, seja ela humana ou não, e isso independe de quem seja essa pessoa, ou forma de vida.

Amar é servir, é prestar serviço a Deus, ao outro, a natureza sem esperar nada em troca, sem esperar recompensas, nem reconhecimento. O Amor é Deus em ação. 

 

O Amor é Deus

amor divino

Consequentemente o Amor Divino é impessoal, e libertador. Amamos a todos e a tudo, e não somente os bons, ou, alguns, ou, aqueles que nos amam também. Às vezes, o mais difícil é amar os que estão próximos, é fácil amar os que estão longe, mas, os mais próximos nos ensinam a fortalecer a percepção do Amor Divino.

 Enfim, percebo que, as pessoas confundem todo tipo de sentimentalismo imperfeito com amor. Para muitos o amor tem a ver com ciúmes, brigas, sexo, posse, controle, dominância, e etc.

 Finalmente, para aqueles que conseguem compreender a pureza de um sentimento tão sublime, divino e nobre, percebem e entendem que, esses sentimentos humanos são apenas o ego, e este deve ser controlado.

 

 Segundo a Bíblia, 1 Coríntios 13:4-6

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;”

 Nas palavras de Joseph Murph:

“Sigmund Freud, o austríaco fundador da psicanálise, disse que a personalidade, se não tiver amor, enfraquece e morre. O amor inclui a compreensão, a boa-vontade e o respeito pela divindade na outra pessoa. Quanto mais amor você emanar e transpirar, mais amor receberá de volta. Se você fere o eu de outra pessoa e a sua avaliação de si mesma, certamente não conseguirá conquistar a sua boa-vontade.” (Poder do Consciente, pg. 84).

Vamos ver o que os Mestres Ascensionados falam sobre o assunto Amor:

“O Terceiro Raio representa a Força Magnética da Chama Rosa do Amor Divino, a Atividade que liga a Ideia Divina e a traz à forma física. Realmente, a substância do Amor Divino une todas as formas. Sem este Amor, os átomos que pertencem à forma física se desintegrariam. “(Haja Luz, pg. 73).

 Também do Haja Luz, pg.83, nas palavras do Elohim Órion: “- Amor Divino é uma qualidade positiva, nunca negativa. Na vibração do Amor, venho até a atmosfera da Terra e trago-vos a concentrada Chama do Amor comigo. Esta Chama é o poder magnético da coesão que chamou a vida à Terra na qual estais pisando, ao vosso corpo físico no qual vós funcionais, e a qualquer outra forma exterior de manifestação. Cada forma, na qual vos alegrais e que Eu mantenho unida através da Chama do Amor, é uma parte de Meu Ser. Se o Amor Divino, que se chama coesão, cessasse de existir, desintegraria todo o Universo, tornando-se informe; ele seria, novamente, apenas uma parte da substância primitiva.”

 “Amor é o Principio Ativo de Deus. Quando amais, envolveis o objeto de vosso amor com este “Manto de Deus”, nesta Radiante Presença. Jamais critiqueis.” (Livro de Ouro, pg. 36).

 “Amor é o Princípio Fundamental da Vida e pode ser gerada em qualquer grau, ou sem limite algum, para uso infinito”. Tal é o majestoso privilégio do uso e direção conscientes do Amor. Quando digo “gerar”, significa abrir a porta, através da devoção consciente, para o extravasamento dessa inesgotável fonte de Amor Divino, que é o Coração de vosso Ser – o Coração do Universo”. (Livro de Ouro, Pg. 56).

 “Sejam quais forem as condições que tivermos de enfrentar, não devemos, em tempo algum, esquecer a Verdade de que o Amor é o Centro do Universo, em torno do qual tudo gira. Isso não significa que devamos amar desarmonia, discórdia ou qualquer coisa diferente do Cristo, ao contrário, devemos amar Deus em Ação, a “Presença EU SOU” em toda parte presente, porque o oposto ao ódio é o Amor e não se pode odiar em qualquer sentido sem antes ter amado profundamente.” (Livro de Ouro, Pg. 64).

 

 

"O Mundo se dobra aos pés daqueles que muito amam!" Saint Germain

amor divino saint germain

 “O Amor Puro nunca desce abaixo do coração.”  (Livro de Ouro, Ponte para Liberdade, pg.69).

 “No estado puro, seja no infinito ou no finito, quando não há imperfeição, as atividades do cérebro e do coração tornam-se Uma, porque a força motriz de toda a atividade emanada é ‘Amor proveniente do Coração'”. Por conseguinte, no estado puro, coração e cérebro são sinônimos, pois no íntimo do Amor Divino estão contidos Amor, Sabedoria e Poder.” (Livro de Ouro, Pg. 78).

 “O que chamam de Espírito Santo é o que conhecemos como sentimento, é a parte da Vida — Deus — a Atividade do Amor Divino ou a Expressão Materna de Deus. É por isso que o pecado contra o Espírito Santo é referido como o que acarreta tão grande aflição, porque qualquer discordância no sentimento rompe a Lei do Amor, que é a Lei do Equilíbrio, Harmonia e Perfeição.

 

“O Amor não é uma atividade da mente, mas a Pura e Luminosa Essência que cria a mente. Essa Essência da Grande Chama de Deus flui para dentro da substância e constantemente se derrama como Perfeição, em forma e ação. O Amor é a Perfeição manifestada. Ele só pode expressar paz, alegria e um transbordamento desses sentimentos para toda a Criação – incondicionalmente. Não pede nada para Si Mesmo, pois Ele é Eternamente Auto-Criador, sendo o Pulsar do Coração do Supremo. O Amor é dono de Tudo e só está interessado em fazer funcionar por completo o Plano da Perfeição.

Então, Ele é um constante derramar de Si Mesmo. Não toma conhecimento do que foi dado no passado, mas recebe Sua alegria e mantém Seu equilíbrio pelo fluir de Si Mesmo. Por estar essa Perfeição contida no Amor, fluindo eternamente, é incapaz de registrar qualquer coisa que seja contrária a Sua Perfeição. “O ‘Amor’, sozinho, é a base da harmonia e o correto uso de toda a energia da Vida. Na experiência humana, o amor cresce dentro de um desejo de dar, dar, sempre dar, toda a paz e harmonia do indivíduo para o resto da Criação. ” (Mistérios Desvelados, pg. 52 e 53).

 “Os Grandes Decretos Imutáveis, que por todo o sempre mantêm a ordem no Reino Infinito da Vida manifestada, se baseiam todos no ‘Grande Princípio Uno da Criação’ — AMOR. Isso é o Coração — a Fonte de Tudo, e o verdadeiro Centro em torno do qual se realiza a existência no mundo da forma.

“Amor é Harmonia e sem ele, no princípio de uma forma, esta forma não poderia vir à existência de modo algum. Amor é o Poder coesivo do Universo e sem ele, um Universo não poderia existir. Mistérios Desvelados, pg.185).

 

 ” O mundo se dobrará aos pés daqueles que muito amarem…” 

 Encerro com a frase acima do Amado Mestre Saint Germain, que afirma que tudo se baseia na lei do Amor, e que o mundo se dobra sobre os nossos pés, quando muito amamos. Todas as coisas obedecem quando ordenamos em nome do Amor, portanto, aprendamos a cada dia, amar sem limites a tudo e, a todos.  

Gratidão!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo Protegido!